fb-no-script
CANCELAR






Tudo sobre o concurso da Polícia Federal

Certame foi autorizado e a expectativa é que haja o preenchimento de mais de 1.500 vagas

11/09/2017 - por Thaísa Moraes

O concurso da Polícia Federal foi autorizado pelo Diretor Geral da PF. Aguarda-se apenas a liberação orçamentária para o andamento do concurso e a Divisão de Concursos Públicos já recebeu o pedido.

A melhor notícia é que se espera o preenchimento de 1.758 vagas. A expectativa é que a abertura do edital saia logo, tendo em vista a autorização do Governio para outros certames. No âmbito federal, já foi permitida abertura para seleção de candidatos na AGU, ABIN e MAPA.

 

Autonomia da PF para concursos

Desde o ano de 2014, a Polícia Federal passou a ter autonomia para a autorização de seus concursos. Mas ainda assim, precisa solicitar a liberação de verbas orçamentárias para a realização de certame.

 

Vagas

Espera-se que sejam oferecidas 600 vagas para o cargo de escrivão, 600 vagas para o cargo de agente, 491 para delegado e 67 para perito.

 

Expectativas 

Desde 2016, já havia grande expectativa para novo concurso por conta do quadro de profissinais. A PF pode fazer a solicitação sempre que haja defasagem de 5%. O último concuso da Polícia Federal foi realizado em 2012. A banca examinadora foi a Cespe/UnB.

 

Etapas das avaliações para o cargo de delegado

Para os candidatos que concorreram aos cargos oferecidos para delegado, no último certame, foram exigidas sete etapas. As primeiras foram as provas objetiva e discursiva. A objetiva contou com 120 questões no estilo "verdadeiro ou falso". Já para a discursiva, foram cobradas três questões dissertativas, além da elaboração de peça profissional.

Os candidatos também precisaram apresentar exames médicos e realizar avaliação psicológica. Houve ainda análise de títulos e prova oral. Por último, já após a aprovação das etapas anteriores, o curso de formação foi realizado para a capacitação do cargo.

Vale lembrar que os aprovados, prioritariamente, atuaram nos postos de fronteira e nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima. 

 

Dicas para a prova oral do cargo de delegado

Para ajudar concurseiros que pretendem se candidatar à vaga de Delegado da Polícia Federal, o professor do CERS, Rogério Sanches, traz algumas dicas para a prova oral bem pertinentes. Segundo o professor, os principais pontos dessa fase são a articulação do racionínio, a capacidade de argumentação e o uso correto do vernáculo. Confira no vídeo abaixo:

 

Sobre ser delegado

Você sabe como atua um delegado da Polícia Federal? Dentre todas as atribuições desse profissional, algumas das principais são as seguintes:

- Presidir inquéritos policiais

- Apreender objetos que estejam relacionados a fatos delituosos

- Requisitar perícias

- Cumprir e fazer mandados de prisão 

- Dirigir e orintar investigações

- Tomar providências jurídicas

- Elaborar relatórios

- Expedir e fiscalizar emissão de documentos

- Gerenciar o órgão policial em que estiver lotado

O delegado e professor Eduardo Fontes, que faz parte do corpo docente do CERS, comenta importantes tópicos sobre o concuro e carreira de delegado

Sobre remuneração, ele conta que o subsídio inicial, em 2016, era de R$ 18.756,55, mas que após aprovado o projeto de lei em trâmite na Câmara dos Deoutados, o subsídio da carreira inicial será de aproximadamente R$ 24.700,00 em Janeiro de 2019.

 

Preparação para conquistar a vaga de delegado

Despertou interesse pelo concurso? Você pode se preparar para concorrer à vaga de delegado se preparando com os melhores professores. Confira alguns dos cursos disponíveis: